Ler um livro sem o abrir? No MIT já é possível. Mais ou menos.

Investigadores do MIT criaram um protótipo de uma máquina capaz de ler as primeiras 9 páginas de um livro sem o abrir.

Para isso, recorre à radiação Terahertz (raios T) que são ondas electromagnéticas que existem no espectro electromagnético, algures entre os raios infravermelhos e as micro-ondas.

A equipa de investigação, que inclui os investigadores Barmak Heshmat, Ramesh Raskar e Albert Redo Sanchez do MIT, e Justin Romberg e Alireza Aghasi do Georgia Tech, descreve o protótipo na última edição da Nature Communications. Os testes envolveram uma pilha de papéis, cada uma com uma letra impressa. O sistema foi capaz de identificar as letras nas primeiras 9 folhas.

A tecnologia já atraiu interessados. Segundo Barmak Heshmat:

O Metropolitan Museum de Nova Iorque mostrou muito interesse porque eles desejam, por exemplo, ver o conteúdo de alguns livros antigos sem ter de lhes tocar.

A equipa escolheu a radiação Terahertz porque o nível de absorção desta é diferente para cada um dos químicos presentes no papel (e na tinta). Consegue-se assim distinguir com maior facilidade cada um deles.

Judging a book through its cover [MIT News]
MIT Invented a Camera That Can Read Closed Books [Gizmodo]
Foto por Ak~i [Flickr]