Reino Unido já definiu regras de conduta para Robots

O British Standards Institution,  organismo responsável pela certificação de alguns produtos e serviços no Reino Unido, estabeleceu um conjunto de orientações para que sejam respeitados alguns princípios morais que os fabricantes de robots deverão ter em conta.

O documento, BS 8611, começa por estabelecer alguns princípios inspirados nas Leis da Robótica, de Asimov. Nomeadamente, o documento refere que “robots não devem ser desenvolvidos com o único ou principal objectivo de matar ou ferir seres humanos”.

O documento abre ainda o debate sobre temas mais sensíveis, como a relação afectiva entre robots e humanos, e lança um alerta sobre potenciais comportamentos indesejáveis, como racismo ou sexismo.

Forget Asimov’s Three Laws, the U.K. issues official ethics guidance on robots [Digital Trends]