Yahoo espia emails dos seus clientes para a NSA e FBI

Num exclusivo da Reuters, a Yahoo é acusada de ter desenvolvido software para monitorizar os emails dos próprios clientes, em tempo real, para as agências americanas de espionagem.

De acordo com três ex-empregados da Yahoo, que preferem manter-se no anonimato, centenas de milhões de contas do Yahoo Mail são monitorizadas e, de acordo com alguns critérios de pesquisa, os resultados são colocados à disposição do FBI ou da NSA.

Sabe-se, devido às revelações de Edward Snowden, que no passado várias companhias forneceram emails armazenados nas contas dos seus clientes às agências americanas. As grandes diferenças nesta revelação sobre a Yahoo são que a companhia não só desenvolveu software à medida para espiar as contas dos seus clientes, como o faz em tempo real, rastreando os emails no momento em que chegam aos seus servidores.

Ainda não se sabe qual o motivo pelo qual Marissa Mayer, CEO da Yahoo, cedeu ao pedido (exigência) por parte das agências.

Os ex-empregados da Yahoo que fizeram estas revelações, indicam que o software desenvolvido foi pedido directamente à equipa de engenharia do Yahoo Mail, sem o conhecimento da equipa de segurança, liderada por Alex Stamos.

Esse software foi descoberto pela equipa de Stamos em Maio de 2015 e, inicialmente, pensaram que se tratasse de um ataque criminoso. Quando Stamos descobriu o que se tinha passado, despediu-se da sua função. De momento, ele é responsável pela segurança do Facebook.

Segundo o The Intercept, a Apple, a Google e a Microsoft já fizeram comunicados a garantir que nunca receberam pedidos para espiar os clientes desta forma.

O Twitter, quando lhes perguntaram se tinham recebido tal pedido, respondeu de forma menos clara:

Federal law prohibits us from answering your question, and we’re currently suing the Justice Department for the ability to disclose more information about government requests.

Continuamos à espera de um comunicado por parte da Yahoo.

Quem ainda usar uma conta Yahoo, pode fechá-la seguindo estes passos.

Exclusive: Yahoo secretly scanned customer emails for U.S. intelligence – sources [Reuters]

Delete Your Yahoo Account [The Intercept]

(Fotografia: abhisawa)